No passado dia 5 de Junho de 2019, a Faculdade de Ciências Agronómicas da Universidade Católica de Moçambique em Cuamba, celebrou o dia Mundial do meio Ambiente, com objectivo de promover actividades de preservação e protecção ao meio ambiente. Participaram desta actividade funcionários e estudantes da FCA, do Instituto de Ensino a Distancia- IED, bem como alunos da Escola Primaria do 1º e 2º Grau de Maguiguane.

O Engº. Armando Langa, assistente dos serviços sociais da FCA, orientou todo o pessoal presente e dividiu as actividades em três equipas de trabalho, tendo indicado o responsável de cada grupo. Os trabalhadores de FCA formaram o primeiro grupo e foram conduzidos pelo Engenheiro Sueco Cipriano e tiveram como actividade a recolha de resíduos sólidos em volta do campus da FCA; o segundo grupo foram os estudantes do IED e da FCA que efectuaram o plantio de árvores na Escola Primaria do 1º e 2º Graus de Maguiguane. A Gestora do IED, Dra. Ilva Nogueira, foi a responsável deste segundo grupo.

A colaboradora Angelina Lucas do IED, na sua intervenção procurou saber com as crianças a definição do Meio Ambiente, a partir dali explicou que o dia do meio ambiente foi proclamado em 1972 na Assembleia geral das Nações Unidas na Suíça, com objectivo de proteger o meio ambiente. Em seguida, o estudante Romão Victor Braga do 4º ano do curso de Gestão Ambiental, pediu aos alunos que preservassem as plantas assim como a água, por sua vez, as crianças agradeceram o gesto feito e a explicação, pois não sabiam que as plantas devem ser conservadas para o bem do nosso meio ambiente.

O Director Adjunto Pedagógico da Escola Primaria de Maguiguane, Sr. Age Carlos Bramige, mostrou-se satisfeito pelo gesto feito pela UCM, e pediu o envolvimento da escola nas actividades da FCA sempre que for necessário.

E para o último grupo composto pelos estudantes de primeiro ano de licenciatura em Agronomia, acompanhados pelo Engenheiro Langa, esteve a trabalhar no pomar da Faculdade ao lado do viveiro, o qual fizeram a limpeza da área garantindo assim a sanidade vegetal.

De referir que as actividades programadas compactuam com o lema proposto para o ano 2019 de “Não a poluição do Ar”.

kdjksjncsd