Mestrado

 

Mestrado em Administração Pública

Grau académico:

Mestrado

Título Profissional:

Mestre em Administração Pública

Duração:

1 Ano e Meio


Perfil

Conteúdo não disponível - Em manutenção.

Competências

Conteúdo não disponível - Em manutenção.

Saídas Profissionais

Conteúdo não disponível - Em manutenção.

Plano Curricular

Conteúdo não disponível - Em manutenção.

Mestrado em Direito

Grau académico:

Mestrado

Título Profissional:

Mestre

Duração:

4 Anos


Perfil

Conteúdo não disponível - Em manutenção

Competêncais

Conteúdo não disponível - Em manutenção

Saídas Profissionais

Conteúdo não disponível - Em manutenção

Plano Curricular

Conteúdo não disponível - Em manutenção

Mestrado em Gestão e Administração Educacional

Grau académico:

Mestrado

Título Profissional:

Mestre  em Gestão e Administração Educacional

Duração:

1 Ano e meio


O curso de Mestrado em Gestão e Administração Educacional rege-se pela Lei nº 27/2009, de 29 de Setembro, sobre o Ensino Superior, publicada no Boletim da República I Série, Número 38; pelos Estatutos da Universidade Católica de Moçambique e pelo Regulamento em vigor na Faculdade de Educação e Comunicação.

O curso visa desenvolver uma consciência analítica e crítica dos sistemas educativos, com vista ao reforço das capacidades de avaliação das dinâmicas organizacionais, das práticas educativas e do funcionamento dos contextos pedagógicos e administrativos do processo de ensino aprendizagem, bem como da optimização dos meios e recursos educativos próprios e da rede comunitária.

Pretende ainda promover e formar gestores que assegurem e dêem continuidade às políticas educacionais em Moçambique.

O Curso visa, igualmente, incentivar a investigação teórica e aplicada à gestão e administração educacional.

Perfil

O graduado em Gestão e Administração Educacional é um profissional capaz de:

  • Gerir e administrar as instituições educacionais, nos contextos pedagógicos modernos;
  • Facultar o conhecimento, teórico e prático, requerido para o desempenho das funções de gestor e administrador educacional;
  • Incrementar uma atitude crítica e ética;
  • Identificar e promover o uso das novas tecnologias da informação e comunicação, aplicadas à educação;
  • Pesquisar na área da sua especialização.

Competências

Tendo em conta as exigências do mercado no âmbito do saber, do saber fazer e do saber estar, os mestres devem adquirir, ao longo do curso, as seguintes competências profissionais:

  • Conhecer a psicossociologia das organizações;
  • Conhecer as políticas públicas e a gestão educacional;
  • Conhecer as teorias contemporâneas da educação;
  • Saber desenhar currículos;
  • Saber gerir com qualidade as instituições educativas;
  • Saber gerir recursos humanos e administrativos;
  • Saber gerir, monitorar e avalia projectos educacionais;
  • Saber organizar trabalhos pedagógicos;
  • Saber supervisionar e inspeccionar instituições educativas;
  • Saber utilizar métodos adequados para uma boa investigação;
  • Ser um gestor íntegro e ético.

Saídas Profissionais

O curso de Mestrado em Gestão e Administração Educacional habilita o estudante para as áreas profissionais de:

  • Gestão de instituições educacionais públicas e privadas;
  • Supervisão e inspecção educacional;
  • Gestão de recursos humanos e administrativos;
  • Concepção e desenvolvimento de currículos escolares;
  • Pesquisa científica.

Plano Curricular

O Plano curricular do Mestrado em Gestão e Administração Educacional apresenta a seguinte estrutura:

Para completar a parte académica do 2.º Ciclo de três semestres (Mestrado), o estudante deve acumular 90 créditos académicos, dos quais 60 créditos em disciplinas curriculares e 30 créditos no trabalho de fim do curso (Seminário: Dissertação).

Mestrado em Gestão e Administração de Negócios (MBA)

Grau académico:

Mestrado

Título Profissional:

Mestre em Gestão e Administração de Negócios

Duração:

1 Ano e Meio


O curso de Mestrado em Gestão e Administração de Negócios (MBA) tem como objectivo desenvolver e reforçar as competências dos gestores de Moçambique e produzir analistas de negócios e administradores, tanto no sector público, como privado, altamente qualificados.

O programa incentiva o desenvolvimento de competências empresariais e de prática de gestão, abordando os desafios de uma economia regional e global, a partir de uma perspectiva internacional.

O curso incorpora a teoria e a prática das funções da empresa (contabilidade, finanças, gestão e comercialização), bem como temas mais especializados, com foco empresarial e interface das políticas públicas.

Perfil

O Mestre em Gestão e Administração de Negócios da Universidade Católica de Moçambique posiciona-se como um profissional capaz de desempenhar funções nas mais diversas áreas, de uma entidade pública ou privada.

Os amplos conhecimentos de gestão e administração de empresas, adquiridos durante o curso, permitem ao graduado ter uma elevada capacidade de análise, segurança na tomada de decisões em ambientes incertos, flexibilidade para a mudança estratégica e desenvolvimento de competências directivas.

O programa destina-se a preparar os estudantes para assumir um papel preponderante na criação, gestão e direcção de empresas privadas, organizações governamentais e não governamentais.

Competências

Após terminar o MBA, o graduado terá as seguintes competências:

  • Conceber e desenvolver os seus próprios empreendimentos com sucesso;
  • Saber analisar os problemas de marketing e aplicar os conceitos do marketing mix;
  • Saber aplicar as teorias gerenciais nas organizações públicas e privadas;
  • Saber aplicar fundamentos económicos e de gestão no processo de tomada de decisões;
  • Saber clarificar e quantificar os elementos de incerteza que podem existir no processo de tomada de decisões;
  • Saber formular estratégias de marketing e desenvolver programas de marketing;
  • Saber interpretar e analisar os documentos financeiros da organização e usá-los para tomar decisões financeiras sustentáveis;
  • Saber tomar decisões estratégicas a todos os níveis funcionais da organização;
  • Ter conhecimentos dos desafios complexos que envolvem a gestão de pessoas.

Saídas Profissionais

Os mestres em Gestão e Administração de Negócios poderão trabalhar no sector público e/ou privado, assim como usar os conhecimentos adquiridos para se tornar um empreendedor de sucesso.

A pessoa que adquire o grau de mestre em MBA depara-se com as seguintes saídas profissionais:

  • Analista de projectos;
  • Assessor de Administração de qualquer área funcional;
  • Assessor financeiro;
  • Assistente de direcção, administrativo;
  • Consultor de gestão, de marketing e de recursos humanos;
  • Director de marketing, de recursos humanos e financeiro;
  • Director geral;
  • Gestor de logística;
  • Gestor de operações;
  • Planificador.

Plano Curricular

Para completar o curso e obter o grau de mestrado em Gestão e Administração de Negócios o estudante deverá concluir com todas as disciplinas curriculares de modo a obter um total de 90 créditos.

Mestrado em Gestão de Desenvolvimento

Grau académico:

Mestrado

Título Profissional:

Mestre em Gestão de Desenvolvimento

Duração:

1 Ano e Meio


O curso de Mestrado em Gestão do Desenvolvimento rege-se pela Lei nº 27/2009, de 29 de Setembro, sobre o Ensino Superior, publicada no Boletim da República I Série, Número 38; pelos Estatutos da Universidade Católica de Moçambique e pelo Regulamento em vigor na Faculdade de Educação e Comunicação.

O curso visa formar profissionais capazes de promover o desenvolvimento económico e social a nível regional e local. Numa perspectiva multidisciplinar virada para a prática, o curso habilita os estudantes a adquirir técnicas e métodos apropriados à concepção de estratégias que solucionem problemas concretos e práticos das comunidades.

O curso permitirá formar quadros nacionais que tenham capacidade para:

  • Analisar a realidade sócio-económica local, tendo em conta a base teórica disponível;
  • Fazer a apreciação crítica das políticas públicas implementadas, propondo medidas para acelerar o processo de descentralização, a governação e a inclusão participativa e o desenvolvimento conduzido pelos actores locais.

Perfil

O mestre em Gestão do Desenvolvimento é um profissional capaz de responder aos problemas da comunidade de forma dinâmica e criativa, identificando a influência de factores exógenos no desenvolvimento local.

Concebendo projectos de intervenção, ele actua nas comunidades locais, contribuindo para a melhoria das condições sociais e económicas das mesmas.

Com base nas potencialidades locais, o mestre é capaz de atrair parceiros e investidores nacionais e internacionais. Como pesquisador, promove e divulga pesquisas, com o fim de melhorar a qualidade de vida das comunidades.

Como profissional, deverá ter autonomia intelectual e capacidade crítica para articular teorias, métodos e práticas sociais na sua actuação, bem como compreender a realidade regional e local das comunidades.

O público-alvo do Mestrado em Gestão do Desenvolvimento, são profissionais licenciados ou equivalentes que trabalham na área de desenvolvimento, nas diversas organizações governamentais e não governamentais.

Competências

O mestre em Gestão do Desenvolvimento deve reunir, no final do curso, as seguintes competências:

  • Aplicar métodos e técnicas na gestão do desenvolvimento regional e local;
  • Aplicar métodos e técnicas participativas relevantes a nível das comunidades;
  • Conhecer as organizações internacionais ligadas ao desenvolvimento e os acordos internacionais relativos a questões ligadas ao desenvolvimento;
  • Conhecer as teorias e modelos do desenvolvimento;
  • Coordenar projectos de desenvolvimento humano nas várias instituições;
  • Desenhar e propor políticas de desenvolvimento que se integrem nos projectos de desenvolvimento regional;
  • Desenhar, implementar, monitorar e avaliar projectos de intervenção nas comunidades;
  • Desenvolver pesquisas para a solução de problemas práticos das comunidades rurais;
  • Interpretar os modelos de gestão pública social a nível das políticas do desenvolvimento: local, regional, nacional e internacional;
  • Promover a gestão sustentável de recursos naturais da comunidade;
  • Propor estratégias de desenvolvimento nos distritos, partindo das potencialidades dos mesmos;
  • Ser capaz de analisar a governação em Moçambique e as suas influências no desenvolvimento regional e local;
  • Ser capaz de intervir nas comunidades de forma íntegra e ética;
  • Ser capaz de trabalhar de forma dinâmica e em equipa;
  • Ser íntegro e ético;
  • Ser um profissional capaz de contribuir para a mudança e o desenvolvimento social;
  • Ter capacidade científica e técnica especializada para colaborar na elaboração de instrumentos de desenvolvimento.

Saídas Profissionais

O curso de Mestrado em Gestão do Desenvolvimento habilita o estudante a trabalhar em:

  • Centros de estudos de desenvolvimento regional e local;
  • Instituições de pesquisa para promoção do desenvolvimento das comunidades;
  • Instituições governamentais viradas para o desenvolvimento da comunidade;
  • Município e governos distritais;
  • ONG’s viradas para o desenvolvimento das comunidades;
  • Organizações económicas de desenvolvimento (OECD) e Agências de desenvolvimento local (ADEL);
  • Organizações internacionais e de cooperação;
  • Projectos de intervenção comunitária.

Plano Curricular

Para completar a parte académica do 2.º Ciclo de 3 semestres (Mestrado), o estudante deve acumular 90 créditos académicos, dos quais 60 créditos se referem às 8 disciplinas curriculares e os restantes 30 créditos à elaboração do trabalho de fim do curso (Seminário: Dissertação).

Mestrado em Saúde Pública

Grau académico:

Mestrado em Saúde Pública

Título Profissional:

Mestre em Saúde Pública

Duração:

2 Anos


O Mestrado em Saúde Pública é criado no âmbito do desenvolvimento institucional da UCM como forma de responder aos novos desafios na área de ciências da saúde.

A partir do ano 2000 a UCM abriu na Beira, a Faculdade de Medicina, actualmente denominada de Faculdade de Ciências da Saúde (FCS), que ao longo destes anos, dedica-se à formação de técnicos e especialistas em saúde, ao nível de Licenciatura, nas áreas de Medicina, Enfermagem, Análises Clínicas, Administração e Gestão Hospitalar, Farmácia, Psicologia Clínica e Assistência Social e, contribui, assim, para o aperfeiçoamento e a qualificação do pessoal e o aumento da qualidade de atendimento na rede nacional da saúde.

Todavia, no mundo de rápidas transformações e mudanças, impulsionadas pelas tecnologias de informação e pela velocidade de construção de novos conhecimentos sabe-se que os pressupostos técnicos/práticos e teóricos que os profissionais de saúde adquirem em níveis anteriores e de Licenciatura seriam insuficientes para habilitá-los às competências e aos saberes necessários a essa área, tão sensível e delicada. Daí a necessidade de aprofundamento da formação dos profissionais de saúde em níveis de Pós-Graduação, o que motiva a criação do Mestrado em Saúde Pública.

Com a criação do Mestrado em Saúde Pública, a UCM participa de forma activa na concretização do preconizado pela legislação do Ensino Superior, ora em vigor em Moçambique, no sentido de “desenvolver acções de pós-graduação tendente à profissionalização científico e técnico dos docentes e dos profissionais de nível superior em serviço nos vários ramos e sectores de actividades”. (Cfr. Lei 5/2003, de 21 de janeiro, art. 3, alínea f).


OBJECTIVOS DO CURSO

Objectivos Gerais

No final do curso de Mestrado em Saúde Pública os graduados deverão: desenvolver conhecimentos, aptidões e competências teóricas e práticas que os habilitem à realização de análise, planificação, desenvolvimento, implementação e avaliação de políticas públicas e tecnologias em saúde, tendo em conta os contextos epidemiológicos, social e ambiental no cenário nacional e internacional, em prol da melhoria da saúde das populações e do sistema de saúde, tanto em Moçambique como em âmbito mais alargado do continente africano e do mundo, no plano científico, profissional e da cidadania.


PERFIS DO CURSO

O curso de Mestrado em Saúde Pública a ser desenvolvido pela UCM-FCS vem atender à formação no mais alto nível. Neste sentido, o curso pauta por uma exigência maior no perfil de entrada que se manifestará no perfil de saída e ocupacional dos futuros mestres.

Perfil de entrada

Podem candidatar-se ao curso de Mestrado em Saúde Pública da UCM-FCS:

  1. Candidatos que tenham concluído o nível de licenciatura ou equivalente, devidamente reconhecido pelas autoridades moçambicanas, em áreas de Medicina, Enfermagem, Análises Clínicas, Farmácia, Ciências Veterinárias e Biológicas, Ciências Sociais, Economia e áreas afins;
  2. Os que tendo concluído o nível anterior demonstrem a partir de um concurso documental possuir capacidades básicas para a sua frequência

Perfil

Espera-se que ao final do curso de Mestrado em Saúde Pública, os graduados possam dispor de conhecimentos e aptidões que os habilitem a contribuir para a melhoria da saúde das populações e dos sistemas de saúde, tanto em Moçambique como em âmbito mais alargado, no plano científico, profissional e da cidadania para além de competências para:

  1. Reunir, analisar, interpretar e apresentar com rigor o estado actual do conhecimento sobre as principais questões da Saúde Pública e as suas vertentes;
  2. Participar na planificação, execução e avaliação de acções concretas nos sistemas de saúde e na comunidade;
  3. Contribuir, como profissionais e cidadãos, para a melhoria da saúde e dos sistemas de saúde, tanto no País como no conjunto da África e, sempre que se proporcionar, num âmbito ainda mais alargado, particularmente nos países do mundo inteiro;
  4. Reflectir e avaliar, crítica e continuamente, a respectiva prática profissional;
  5. Exercer actividades específicas nas áreas de especialização previstas.

Competências

Especificamente, ao fim do curso de Mestrado em Saúde Pública os graduados devem ser capazes de:

  1. Promover a saúde, reduzindo o impacto das doenças entre as populações; a partir da planificação, execução e avaliação de acções concretas nos sistemas de saúde e nas comunidades;
  2. Actuar criticamente no desenho de estudos e práticas de saúde pública a partir de conhecimentos acumulados sobre os processos ecológicos, evolutivos e sociais envolvidos no surgimento de epidemias e endemias das doenças transmissíveis.
  3. Realizar investigações interdisciplinares sobre os problemas que emergem na construção e aplicação do conhecimento em saúde pública, através do desenvolvimento da capacidade analítica e interpretativa das realidades socioculturais.
  4. Actuar em áreas de docência e nos diversos âmbitos de formação de profissionais de saúde.

Saídas Profissionais

Espera-se que o Mestre em Saúde Pública possa exercer as seguintes actividades:

  1. Na direcção das diversas instituições do sistema nacional de saúde, organizações não-governamentais e afins;
  2. Na assessoria e consultoria dos órgãos de gestão em saúde de instituições públicas, estatais, privadas e comunitárias;
  3. Na gestão dos processos de certificação da segurança alimentar e ambiental em empresas públicas, privadas e organizações não-governamentais.
  4. Na investigação e docência em instituições de formação na área da saúde.

Plano curricular

Conteúdo não disponível - volte em breve.