Licenciatura em Contabilidade e Auditoria

Grau académico:

Licenciatura

Título Profissional:

Licenciado em Contabilidade e Auditoria

Duração

4 Anos


O curso de Licenciatura em Contabilidade e Auditoria foi introduzido em 2010 pela Universidade Católica de Moçambique - Faculdade de Economia e Gestão (FEG), na Beira. É leccionado em regime presencial e tem a duração de quatro anos. Este curso revela-se um instrumento metodológico indispensável à garantia da conformidade de interpretação dos registos financeiros, bem como à fiabilidade dos respectivos conteúdos, desempenhando uma função imprescindível na facilitação da globalização dos negócios.

Actualmente, o Mercado identifica a necessidade de acolher profissionais com estas competências, que permitam responder às vicissitudes e características apresentadas pelas exigências crescentes do mundo dos negócios. O sector público também necessita de profissionais com este perfil, habilitados para aplicar os princípios contabilísticos patentes no Plano Geral de Contabilidade (PGC) e respectivos planos sectoriais.

Atendendo à procura do mercado, o curso de Licenciatura em Contabilidade e Auditoria responde ao desafio da formação moderna que requer quadros competentes, capazes de lidar com o actual ambiente de negócios. A Licenciatura também prepara os estudantes para dois importantes tipos de Auditoria: Interna e Financeira, fornecendo as competências necessárias para que os futuros licenciados possam ser reconhecidos pelo organismo Internacional - Institute of Internal Auditing.

Perfil

O graduado em Contabilidade e Auditoria tem um conhecimento global do funcionamento de uma organização e dos seus ambientes. Possui conhecimentos práticos e teóricos, universalmente aceites, e está habilitado a desenvolver as suas actividades em instituições que operam nos mercados monetário e financeiro, bancos, seguradoras, organizações empresariais privadas e públicas, empresas de Auditoria e Consultoria, ONG’s, entre outras.

O graduado tem facilidade em trabalhar em equipa, conceber soluções para problemas concretos, desempenhar tarefas que exigem uma dedicação elevada e, muitas vezes, com grande autonomia.

Competências

O licenciado em Contabilidade e Auditoria deve adquirir, ao longo do curso, as seguintes competências básicas de formação profissional:

  • Capacidade para aprender e desenvolver a teoria e a prática contabilística, bem como o meio envolvente em que se desenvolveu e vai aplicar;
  • Capacidade para processar e compilar a informação contabilística e iniciar a sua interpretação/ análise;
  • Saber utilizar o Software informático apropriado para processamento da informação contabilística;
  • Capacidade para proceder à análise e relevação contabilística das diferentes operações empresariais;
  • Diferenciar entre os fins da contabilidade e da fiscalidade e seus efeitos;
  • Encerrar as contas e apurar os resultados do exercício;
  • Elaborar o balanço, a demonstração de resultados líquidos, a demonstração dos fluxos de caixa e o anexo;
  • Preparar e elaborar demonstrações financeiras consolidadas;
  • Capacidade para preparar relatórios e contas intercalares, anuais e por segmentos;
  • Aprender a noção e importância dos investimentos financeiros;
  • Dominar o tratamento contabilístico legal/fiscal das operações especiais e das imobilizações;
  • Aplicar as normas internacionais de contabilidade no registo das transacções e na apresentação das demonstrações financeiras;
  • Conhecer os conceitos e aspectos fundamentais inerentes à profissão e ao processo de auditoria, incluindo as funções dos auditores, os princípios e normas por que se regem e respectiva responsabilidade;
  • Abordar os princípios éticos e deontológicos.

Saídas Profissionais

A Licenciatura em Contabilidade em Auditoria tem por objectivo formar profissionais com competências nas áreas de Contabilidade, Fiscalidade e Auditoria.

Estes profissionais estão preparados para assumir as seguintes funções:

  • Responsáveis de contabilidade em empresas,
  • Responsáveis pela gestão fiscal nas empresas,
  • Auditores,
  • Gestores financeiros,
  • Consultores na área de Contabilidade e Fiscalidade em empresas privadas, empresas e serviços do Estado, bem como em empresas do ramo de consultoria contabilística e fiscal e firmas de auditoria. Para além disso, este curso satisfaz os requisitos académicos para inscrição como Técnico Oficial de Contas.

Plano Curricular

Número de vagas : 120 alunos( duas turmas de 30 alunos no periodo laboral e duas turmas de 30 alunos no periodo pós laboral).

Para completar a parte académica do 1.º ciclo de 4 anos (Licenciatura), somando um total de 240 créditos.

Licenciatura em Direito

Grau académico:

Licenciatura

Título Profissional:

Licenciado em Direito

Duração:

4 Anos


Perfil

O licenciado em Direito é um jurista que pode aplicar o seu saber e os seus conhecimentos no aconselhamento a toda e qualquer situação da vida social e, ao contrário do que se possa pensar, a sua actividade não é apenas litigiosa, sendo mais eficaz e mais plena quando a sua actuação se desenvolve naquilo a que hoje chamamos de “advocacia preventiva”.

Como profissional, o licenciado em Direito mostra uma polivalência e interdisciplinaridade muito fortes, no actual contexto da globalização e da “febre legislativa” a que assistimos.

Quase nada queda exterior ao mundo do Direito, e é esse mundo de possibilidades que pretendemos oferecer aos nossos estudantes, com qualidade e inovação.

No âmbito da missão da Universidade, pretendemos desenvolver, nos nossos estudantes, uma consciência crítica positiva e capaz de solucionar com sucesso os conflitos que possam surgir, trazendo soluções justas e preconizadas na ratio e no espírito do legislador.

Competências

O licenciado em Direito deve reunir no final da sua formação, além da capacidade de interpretação e aplicação de qualquer solução legislativa, as seguintes competências:

  • Aconselhar a qualquer cidadão ou entidade no cumprimento dos ditames legais, criando situações hipotéticas que elucidem o ouvinte, quanto às consequências jurídico-legais do incumprimento do estipulado na lei;
  • Defender e promover os direitos humanos e os direitos fundamentais preconizados pelo legislador constituinte;
  • Descrever correctamente os processos de aplicação das normas, tendo em conta a sua estrutura de previsão e estatuição;
  • Descrever e analisar os fins das penas e das medidas de segurança, tendo em conta a proporcionalidade e a ressocialização dos infractores;
  • Desenvolver uma forte capacidade de argumentação;
  • Enquadrar o sistema jurídico moçambicano dentro da família romano-germânica, sem obliterar o seu enquadramento regional;
  • Fazer o enquadramento jurídico-legal de qualquer situação fáctica ao mundo do Direito;
  • Incutir e promover os valores da Justiça, ética e bem-estar social;
  • Promover o respeito pela legalidade e pelas instituições;
  • Solucionar os litígios que se lhe apresentam, tendo em conta os interesses protegidos e acolhidos pelo legislador.

Saídas Profissioanais

As oportunidades que se apresentam ao licenciado em Direito constituem um leque vasto em que podemos citar, de entre outros:

  • Advogados;
  • Chefes de departamento jurídicos de empresas privadas;
  • Conservadores de Registo;
  • Consultor jurídico de empresas ou instituições do Estado;
  • Consultores jurídicos;
  • Diplomatas (Relações Internacionais);
  • Magistratura do Ministério Público (Procuradores da República);
  • Magistratura Judicial (Juízes);
  • Municípios, Governos e Assembleias Provinciais;
  • Notários;
  • ONG´s que trabalham no âmbito dos Direitos Humanos;
  • Organizações internacionais, incluindo as regionais;
  • Recursos Humanos.

Plano Curricular

Um percurso trienal de orientação jurídico-especializado, centrada em duas áreas que caracterizam o ordenamento didáctico da Faculdade, privilegiando o estudo dos diversos sistemas e institutos jurídicos numa perspectiva histórica, comparada e internacional. A divisão do plano de estudos em dois ciclos permite a obtenção de:

  • Licenciatura em Direito de Estado e Democracia (trienal)
  • Licenciatura em Direito Económico e Social (trienal)

Licenciatura em Gestão Portuária

Grau académico:

Licenciatura

Título Profissional:

Licenciado em Gestão Portuária

Duração

4 Anos


O transporte marítimo e as actividades portuárias têm vindo a registar alterações significativas, tanto na estrutura produtiva como no enquadramento económico que lhes estão associados, em resultado da progressiva internacionalização e da intensa concorrência a que têm vindo a ser sujeitos.

Neste contexto, impõe-se a necessidade de aumentar e optimizar as capacidades técnicas ligadas à gestão das actividades e à gestão das empresas que, directa ou indirectamente, actuam nestas áreas.
O curso de Licenciatura em Gestão Portuária tem como objectivo preparar o aluno para o entendimento e domínio das três principais vertentes do sistema portuário, que são:

  • As operações de mar, com conhecimentos dos modais, dos agentes, da infra-estrutura, da economia marítima e dos custos;
  • As operações terrestres, com conhecimentos dos terminais portuários, da segurança e capacitação da mão-de-obra, da gestão de fluxos dos modais terrestres, dos trade-offs logísticos e da tecnologia da informação;
  • O produto, com conhecimentos da tipologia das cargas (granel sólido e líquido, contentores e carga geral), do comércio exterior (exportação e importação), do agenciamento, e dos trâmites legais inerentes a estas actividades, entre outros.

Pretende-se, assim, através deste curso de Licenciatura em Gestão Portuária de elevado nível, contribuir para o desenvolvimento do sector Portuário, para o incremento do comércio e para a inserção plena e competitiva do País no seio dos parceiros de negócio, nacionais e internacionais.

Perfil

O Graduado em Gestão Portuária recebe, na sua formação, conhecimento global sobre o funcionamento e organização dos portos e estará apto para actuar na gestão de organizações portuárias e em empresas relacionadas com a Logística Portuária. O profissional de Gestão Portuária estará habilitado a identificar os desafios de natureza económica que condicionam e determinam a moderna gestão portuária.

Competêncais

O Graduado em Gestão Portuária deve ter as seguintes competências específicas:

  • Conhecer e pôr em prática modelos adequados de Logística Portuária.
  • Controlar as infra-estruturas e os custos das operações portuárias.
  • Dominar as técnicas de planeamento e gestão estratégica portuária.
  • Gerar informações necessárias para o desenvolvimento do Marketing Portuário.
  • Monitorar as práticas de Gestão Ambiental Portuária.
  • Monitorar as práticas da legislação portuária e aduaneira pertinentes e o seu relacionamento com o comércio exterior.
  • Saber elaborar e gerir projectos de desenvolvimento portuário.
  • Saber negociar e gerir conflitos laborais e comerciais.
  • Saber utilizar as formulações estatísticas na análise de fenómenos económicos.
  • Ter capacidade de analisar o comportamento do mercado dos transportes marítimos e do movimento das cargas entre portos domésticos e internacionais.
  • Ter capacidade de gerir actividades de armazenagem, distribuição e stocks de cargas.
  • Ter profundo domínio dos sistemas de tecnologia de informação e da logística portuária.

Saídas Profissionais

  • Gestor de actividades modais.
  • Gestor de Empresas Transitárias.
  • Gestor de Operações Portuárias.
  • Gestor de portos secos.
  • Supervisor de Logística Portuária.
  • Supervisor de Operações de Terminais Portuários.

Plano Curricular

Para completar o currículum académico do primeiro ciclo de 4 anos (Licenciatura),  somando 240 créditos.

Licenciatura em Gestão de Recursos Humanos

Grau académico:

Licenciatura

Título Profissional:

Licenciado

Duração

4 Anos


 O curso de Licenciatura em Gestão de Recursos Humanos, introduzido pela Universidade Católica de Moçambique, Faculdade de Economia e Gestão (UCM-FEG), tem regime presencial e a duração de quatro anos. Surge como um instrumento metodológico de formação de técnicos superiores em gestão de recursos humanos, para dar resposta à rápida evolução da função de recursos humanos no contexto actual da função pública e económica, e às exigências que se verificam na gestão do capital humano nas organizações.

O curso configura-se de maneira a que os alunos atinjam níveis de excelência no conhecimento e domínio da utilização dos instrumentos profissionais estudados, no quadro do processo de Bolonha, no que concerne a aquisição de conhecimentos, competências e saberes estabelecidos pelo respectivo nível académico. Pode, posteriormente, tirar o mestrado.

O curso de Licenciatura em Gestão de Recursos Humanos requer, sobretudo, potenciar a formação de técnicos qualificados, cuja prática se guie pelo rigor do pensamento, pela abertura de espírito, pela ética e por critérios de elevada qualidade na acção profissional.

Perfil

O perfil profissional do licenciado em Gestão de Recursos Humanos é o de um gestor de pessoas no seio das organizações, capaz de planear e gerir os recursos humanos, nomeadamente no recrutamento e selecção, treino e desenvolvimento, avaliação de desempenho, rotinas de pessoal, gestão de carreiras, entre outros.

É também um consultor ou analista na área de recursos humanos, bem como um profissional que promove o desenvolvimento de competências relacionadas com o comportamento individual e organizacional, catalizando os processos de elaboração de planeamento estratégico, programas de qualidade de vida no trabalho e avaliação do clima organizacional.

Competêncais

O perfil profissional do licenciado em Gestão de Recursos Humanos é o de um gestor de pessoas no seio das organizações, capaz de planear e gerir os recursos humanos, nomeadamente no recrutamento e selecção, treino e desenvolvimento, avaliação de desempenho, rotinas de pessoal, gestão de carreiras, entre outros.

É também um consultor ou analista na área de recursos humanos, bem como um profissional que promove o desenvolvimento de competências relacionadas com o comportamento individual e organizacional, catalizando os processos de elaboração de planeamento estratégico, programas de qualidade de vida no trabalho e avaliação do clima organizacional.

Saídas Profissionais

O licenciado em Gestão de Recursos Humanos tem um vasto leque de saídas profissionais, podendo trabalhar nas seguintes áreas:

  • Consultor de formação profissional;
  • Consultoria em recursos humanos e formação profissional;
  • Organizações governamentais e não governamentais, a nível do departamento de recursos humanos;
  • Empresas de recrutamento e selecção;
  • Administrador de cargos e salários, planeamento de recursos humanos e administração de pessoal.

Plano Curricular

Número de vagas : 60 ( uma turma de 30 alunos no pediodo laboral e uma turma de 30 no periodo pós laboral).

O Plano Curricular da Licenciatura em Gestão de Recursos Humanos apresenta a seguinte estrutura:

Para completar a parte académica do 1º Ciclo de 4 anos (Licenciatura), somando um total de 240 créditos académicos.