Extensão de Nacala

Missão

A visão da UCM baseia-se, essencialmente, na consolidação e reforço da sua posição como centro de excelência, na promoção de:

  1. Conhecimento e inovação tecnológica;
  2. Actividade de investigação científica;
  3. Prestação de serviços de extensão e de intervenção no desenvolvimento económico, ético e social do país, da região e do mundo.

A UCM almeja ser reconhecida como uma universidade de referência nacional, regional e internacional pelo dinamismo, criatividade, qualidade e excelência dos seus cursos, actividades de investigação científica e serviços prestados à comunidade.

Visão

Orientada por princípios cristãos católicos, a UCM tem por missão:

  1. Desenvolver e difundir o conhecimento científico e a cultura;
  2. Promover, nos vários domínios do saber, a formação integral de qualidade e permanente de cidadãos e profissionais, comprometidos com a vida e com o desenvolvimento sustentável da sociedade moçambicana, bem como do mundo em geral.

Licenciatura

Licenciatura em Direito

Grau académico:

Licenciatura

Título Profissional:

Licenciado em Direito

Duração:

4 Anos


Perfil

O licenciado em Direito é um jurista que pode aplicar o seu saber e os seus conhecimentos no aconselhamento a toda e qualquer situação da vida social e, ao contrário do que se possa pensar, a sua actividade não é apenas litigiosa, sendo mais eficaz e mais plena quando a sua actuação se desenvolve naquilo a que hoje chamamos de “advocacia preventiva”.

Como profissional, o licenciado em Direito mostra uma polivalência e interdisciplinaridade muito fortes, no actual contexto da globalização e da “febre legislativa” a que assistimos.

Quase nada queda exterior ao mundo do Direito, e é esse mundo de possibilidades que pretendemos oferecer aos nossos estudantes, com qualidade e inovação.

No âmbito da missão da Universidade, pretendemos desenvolver, nos nossos estudantes, uma consciência crítica positiva e capaz de solucionar com sucesso os conflitos que possam surgir, trazendo soluções justas e preconizadas na ratio e no espírito do legislador.

Competências

O licenciado em Direito deve reunir no final da sua formação, além da capacidade de interpretação e aplicação de qualquer solução legislativa, as seguintes competências:

  • Aconselhar a qualquer cidadão ou entidade no cumprimento dos ditames legais, criando situações hipotéticas que elucidem o ouvinte, quanto às consequências jurídico-legais do incumprimento do estipulado na lei;
  • Defender e promover os direitos humanos e os direitos fundamentais preconizados pelo legislador constituinte;
  • Descrever correctamente os processos de aplicação das normas, tendo em conta a sua estrutura de previsão e estatuição;
  • Descrever e analisar os fins das penas e das medidas de segurança, tendo em conta a proporcionalidade e a ressocialização dos infractores;
  • Desenvolver uma forte capacidade de argumentação;
  • Enquadrar o sistema jurídico moçambicano dentro da família romano-germânica, sem obliterar o seu enquadramento regional;
  • Fazer o enquadramento jurídico-legal de qualquer situação fáctica ao mundo do Direito;
  • Incutir e promover os valores da Justiça, ética e bem-estar social;
  • Promover o respeito pela legalidade e pelas instituições;
  • Solucionar os litígios que se lhe apresentam, tendo em conta os interesses protegidos e acolhidos pelo legislador.

Saídas Profissioanais

As oportunidades que se apresentam ao licenciado em Direito constituem um leque vasto em que podemos citar, de entre outros:

  • Advogados;
  • Chefes de departamento jurídicos de empresas privadas;
  • Conservadores de Registo;
  • Consultor jurídico de empresas ou instituições do Estado;
  • Consultores jurídicos;
  • Diplomatas (Relações Internacionais);
  • Magistratura do Ministério Público (Procuradores da República);
  • Magistratura Judicial (Juízes);
  • Municípios, Governos e Assembleias Provinciais;
  • Notários;
  • ONG´s que trabalham no âmbito dos Direitos Humanos;
  • Organizações internacionais, incluindo as regionais;
  • Recursos Humanos.

Plano Curricular

Um percurso trienal de orientação jurídico-especializado, centrada em duas áreas que caracterizam o ordenamento didáctico da Faculdade, privilegiando o estudo dos diversos sistemas e institutos jurídicos numa perspectiva histórica, comparada e internacional. A divisão do plano de estudos em dois ciclos permite a obtenção de:

  • Licenciatura em Direito de Estado e Democracia (trienal)
  • Licenciatura em Direito Económico e Social (trienal)

Licenciatura em Economia e Gestão

Grau académico:

Licencuatura

Título Profissional:

Licenciado em Economia e Gestão

Duração

4 Anos


O curso de Licenciatura de Economia e Gestão está organizado de acordo com a Reforma de Bolonha, pelo sistema de unidades de crédito e disciplinas semestrais, e tem a duração de 3 anos. O plano de estudo inclui um conjunto de disciplinas de grande qualidade de Teoria Económica e de Economia Aplicada, entre outras, como Contabilidade e Gestão. As cadeiras e o estágio que oferecemos, assim como a relação entre a faculdade e o meio, permitem, por um lado, uma adaptação adequada ao mercado de trabalho, e por outro, uma constante atenção aos contributos recentes da aplicação da Teoria Económica.

A Licenciatura tem-se revelado apropriada ao mercado de trabalho que requer principalmente funções técnicas e executivas em instituições financeiras e em pequenas e médias empresas de diversos sectores de actividades. De facto, os empregadores têm, ao longo dos anos, recrutado de forma muito favorável os licenciados em Economia e Gestão pela Faculdade de Economia e Gestão (FEG).

Perfil

O graduado em Economia e Gestão está capacitado para enfrentar os desafios que surgem como resultado da transformação da sociedade actual, com mais destaque para os aspectos ligados ao mercado de emprego dinâmico.

O graduado deve ser capaz de fazer análises macro-económicas, aplicar os modelos económicos, actualizar conhecimentos teóricos e analisar as novas interpretações da teoria económica, ajustado aos fundamentos éticos.

Competências

O graduado em Economia e Gestão deve desenvolver as seguintes actividades:

  • Elaboração e coordenação de projectos e programas socio-económicos ao nível do território, ramo ou sector;
  • Elaboração e controlo de aplicação de princípios e procedimentos na gestão económica nacional, do ramo ou sector;
  • Participação e contribuição na definição , aperfeiçoamento e funcionamento do sistema nacional de estatística;
  • Participação na elaboração, desenvolvimento e aperfeiçoamento dos métodos económicos da economia nacional (sistema de preços, política salarial, política fiscal e monetária, política creditaria, política de investimentos);
  • Participação na planificação e organização das relações internacionais, ao nível económico e de cooperação, das relações monetárias e financeiras e do comércio externo;
  • Concepção, execução e avaliação da política de investimento no âmbito sectorial e nacional;
  • Formulação, implementação e controlo de programas e projectos no âmbito industrial e de investimento ao nível interno e externo;
  • Análise de gestão cambial, de créditos e seguros, bem como de outros produtos financeiros;
  • Investigação de problemas socio-económicos dos ramos da economia nacional e/ou regional.

Saídas Profissionais

O licenciado em Economia e Gestão tem um enorme leque de saídas profissionais em diversas áreas, algumas das quais são:

  • Economista
  • Auditor Financeiro
  • Assessor económico, financeiro e bancário
  • Gestor Administrativo-Financeiro
  • Gestor Comercial de Vendas;
  • Contabilista

Plano Curricular

Para completar a parte académica do 1º ciclo de 3 anos (Licenciatura), cada estudante terá de aprovar às 39 disciplinas, somando um total de 180 créditos.

Licenciatura em Gestão Portuária

Grau académico:

Licenciatura

Título Profissional:

Licenciado em Gestão Portuária

Duração

4 Anos


O transporte marítimo e as actividades portuárias têm vindo a registar alterações significativas, tanto na estrutura produtiva como no enquadramento económico que lhes estão associados, em resultado da progressiva internacionalização e da intensa concorrência a que têm vindo a ser sujeitos.

Neste contexto, impõe-se a necessidade de aumentar e optimizar as capacidades técnicas ligadas à gestão das actividades e à gestão das empresas que, directa ou indirectamente, actuam nestas áreas.
O curso de Licenciatura em Gestão Portuária tem como objectivo preparar o aluno para o entendimento e domínio das três principais vertentes do sistema portuário, que são:

  • As operações de mar, com conhecimentos dos modais, dos agentes, da infra-estrutura, da economia marítima e dos custos;
  • As operações terrestres, com conhecimentos dos terminais portuários, da segurança e capacitação da mão-de-obra, da gestão de fluxos dos modais terrestres, dos trade-offs logísticos e da tecnologia da informação;
  • O produto, com conhecimentos da tipologia das cargas (granel sólido e líquido, contentores e carga geral), do comércio exterior (exportação e importação), do agenciamento, e dos trâmites legais inerentes a estas actividades, entre outros.

Pretende-se, assim, através deste curso de Licenciatura em Gestão Portuária de elevado nível, contribuir para o desenvolvimento do sector Portuário, para o incremento do comércio e para a inserção plena e competitiva do País no seio dos parceiros de negócio, nacionais e internacionais.

Perfil

O Graduado em Gestão Portuária recebe, na sua formação, conhecimento global sobre o funcionamento e organização dos portos e estará apto para actuar na gestão de organizações portuárias e em empresas relacionadas com a Logística Portuária. O profissional de Gestão Portuária estará habilitado a identificar os desafios de natureza económica que condicionam e determinam a moderna gestão portuária.

Competêncais

O Graduado em Gestão Portuária deve ter as seguintes competências específicas:

  • Conhecer e pôr em prática modelos adequados de Logística Portuária.
  • Controlar as infra-estruturas e os custos das operações portuárias.
  • Dominar as técnicas de planeamento e gestão estratégica portuária.
  • Gerar informações necessárias para o desenvolvimento do Marketing Portuário.
  • Monitorar as práticas de Gestão Ambiental Portuária.
  • Monitorar as práticas da legislação portuária e aduaneira pertinentes e o seu relacionamento com o comércio exterior.
  • Saber elaborar e gerir projectos de desenvolvimento portuário.
  • Saber negociar e gerir conflitos laborais e comerciais.
  • Saber utilizar as formulações estatísticas na análise de fenómenos económicos.
  • Ter capacidade de analisar o comportamento do mercado dos transportes marítimos e do movimento das cargas entre portos domésticos e internacionais.
  • Ter capacidade de gerir actividades de armazenagem, distribuição e stocks de cargas.
  • Ter profundo domínio dos sistemas de tecnologia de informação e da logística portuária.

Saídas Profissionais

  • Gestor de actividades modais.
  • Gestor de Empresas Transitárias.
  • Gestor de Operações Portuárias.
  • Gestor de portos secos.
  • Supervisor de Logística Portuária.
  • Supervisor de Operações de Terminais Portuários.

Plano Curricular

Para completar o currículum académico do primeiro ciclo de 3 anos (Licenciatura), cada estudante terá de aprovar às 37 disciplinas, somando 180 créditos.

Licenciatura em Gestão de Recursos Humanos

Grau académico:

Licenciatura

Título Profissional:

Licenciado

Faculdade:

Faculdade de Educação e Comunicação

Duração

4 Anos


 O curso de Licenciatura em Gestão de Recursos Humanos, introduzido pela Universidade Católica de Moçambique, Faculdade de Economia e Gestão (UCM-FEG), tem regime presencial e a duração de três anos. Surge como um instrumento metodológico de formação de técnicos superiores em gestão de recursos humanos, para dar resposta à rápida evolução da função de recursos humanos no contexto actual da função pública e económica, e às exigências que se verificam na gestão do capital humano nas organizações.

O curso configura-se de maneira a que os alunos atinjam níveis de excelência no conhecimento e domínio da utilização dos instrumentos profissionais estudados, no quadro do processo de Bolonha, no que concerne a aquisição de conhecimentos, competências e saberes estabelecidos pelo respectivo nível académico. Pode, posteriormente, tirar o mestrado.

O curso de Licenciatura em Gestão de Recursos Humanos requer, sobretudo, potenciar a formação de técnicos qualificados, cuja prática se guie pelo rigor do pensamento, pela abertura de espírito, pela ética e por critérios de elevada qualidade na acção profissional.

Perfil

O perfil profissional do licenciado em Gestão de Recursos Humanos é o de um gestor de pessoas no seio das organizações, capaz de planear e gerir os recursos humanos, nomeadamente no recrutamento e selecção, treino e desenvolvimento, avaliação de desempenho, rotinas de pessoal, gestão de carreiras, entre outros.

É também um consultor ou analista na área de recursos humanos, bem como um profissional que promove o desenvolvimento de competências relacionadas com o comportamento individual e organizacional, catalizando os processos de elaboração de planeamento estratégico, programas de qualidade de vida no trabalho e avaliação do clima organizacional.

Competêncais

O perfil profissional do licenciado em Gestão de Recursos Humanos é o de um gestor de pessoas no seio das organizações, capaz de planear e gerir os recursos humanos, nomeadamente no recrutamento e selecção, treino e desenvolvimento, avaliação de desempenho, rotinas de pessoal, gestão de carreiras, entre outros.

É também um consultor ou analista na área de recursos humanos, bem como um profissional que promove o desenvolvimento de competências relacionadas com o comportamento individual e organizacional, catalizando os processos de elaboração de planeamento estratégico, programas de qualidade de vida no trabalho e avaliação do clima organizacional.

Saídas Profissionais

O licenciado em Gestão de Recursos Humanos tem um vasto leque de saídas profissionais, podendo trabalhar nas seguintes áreas:

  • Consultor de formação profissional;
  • Consultoria em recursos humanos e formação profissional;
  • Organizações governamentais e não governamentais, a nível do departamento de recursos humanos;
  • Empresas de recrutamento e selecção;
  • Administrador de cargos e salários, planeamento de recursos humanos e administração de pessoal.

Plano Curricular

O Plano Curricular da Licenciatura em Gestão de Recursos Humanos apresenta a seguinte estrutura:

Para completar a parte académica do 1º Ciclo de três anos (Licenciatura), cada estudante terá de aprovar às 36 disciplinas, somando um total de 180 créditos académicos.

Mestrados

Mestrado em Gestão e Administração de Negócios (MBA)

Grau académico:

Mestrado

Título Profissional:

Mestre em Gestão e Administração de Negócios

Duração:

1 Ano e Meio


O curso de Mestrado em Gestão e Administração de Negócios (MBA) tem como objectivo desenvolver e reforçar as competências dos gestores de Moçambique e produzir analistas de negócios e administradores, tanto no sector público, como privado, altamente qualificados.

O programa incentiva o desenvolvimento de competências empresariais e de prática de gestão, abordando os desafios de uma economia regional e global, a partir de uma perspectiva internacional.

O curso incorpora a teoria e a prática das funções da empresa (contabilidade, finanças, gestão e comercialização), bem como temas mais especializados, com foco empresarial e interface das políticas públicas.

Perfil

O Mestre em Gestão e Administração de Negócios da Universidade Católica de Moçambique posiciona-se como um profissional capaz de desempenhar funções nas mais diversas áreas, de uma entidade pública ou privada.

Os amplos conhecimentos de gestão e administração de empresas, adquiridos durante o curso, permitem ao graduado ter uma elevada capacidade de análise, segurança na tomada de decisões em ambientes incertos, flexibilidade para a mudança estratégica e desenvolvimento de competências directivas.

O programa destina-se a preparar os estudantes para assumir um papel preponderante na criação, gestão e direcção de empresas privadas, organizações governamentais e não governamentais.

Competências

Após terminar o MBA, o graduado terá as seguintes competências:

  • Conceber e desenvolver os seus próprios empreendimentos com sucesso;
  • Saber analisar os problemas de marketing e aplicar os conceitos do marketing mix;
  • Saber aplicar as teorias gerenciais nas organizações públicas e privadas;
  • Saber aplicar fundamentos económicos e de gestão no processo de tomada de decisões;
  • Saber clarificar e quantificar os elementos de incerteza que podem existir no processo de tomada de decisões;
  • Saber formular estratégias de marketing e desenvolver programas de marketing;
  • Saber interpretar e analisar os documentos financeiros da organização e usá-los para tomar decisões financeiras sustentáveis;
  • Saber tomar decisões estratégicas a todos os níveis funcionais da organização;
  • Ter conhecimentos dos desafios complexos que envolvem a gestão de pessoas.

Saídas Profissionais

Os mestres em Gestão e Administração de Negócios poderão trabalhar no sector público e/ou privado, assim como usar os conhecimentos adquiridos para se tornar um empreendedor de sucesso.

A pessoa que adquire o grau de mestre em MBA depara-se com as seguintes saídas profissionais:

  • Analista de projectos;
  • Assessor de Administração de qualquer área funcional;
  • Assessor financeiro;
  • Assistente de direcção, administrativo;
  • Consultor de gestão, de marketing e de recursos humanos;
  • Director de marketing, de recursos humanos e financeiro;
  • Director geral;
  • Gestor de logística;
  • Gestor de operações;
  • Planificador.

Plano Curricular

Para completar o curso e obter o grau de mestrado em Gestão e Administração de Negócios o estudante deverá concluir com todas as disciplinas curriculares de modo a obter um total de 90 créditos.