A Faculdade de Gestão de Recursos Florestais e Faunísticos (FAGREFF) participou nas IV Jornadas Cientificas e 2ª Edição do Festival de Pesquisa, nos dias 02 e 03 de Agosto do corrente ano, sob lema: “Por uma pesquisa Cientifica Integrada, Rumo ao Desenvolvimento Sustentável da Província do Niassa”, nas quais, Docentes, Estudantes, Investigadores e Pesquisadores, partilharam conhecimentos e resultados de investigação e experiências científicas concretizadas em 80 comunicações e 14 em Posters, nas áreas temáticas com enfoque para a Agricultura, Pecuária, Floresta/Fauna, Saúde, Educação e Tecnologia, Arte, Línguas, Áreas transversais, Saneamento/Ecologia, Sociedade e gestão, Meio Ambiente e Turismo.    

Nas palavras de boas vindas, Prof. Doutor Felipe André Angst, Director da Faculdade agradeceu a presença de todos, em especial a Sua Excelência Governadora da Província de Niassa, Francisca Domingas Tomas, tendo manifestado o prazer da UCM fazer parte do evento como uma das instituições organizadoras que de certo modo, no Niassa, rompe com a inevitável separação entre o Ensino Superior Público e Privado.

No discurso do Prof. Geraldo Luís Macalane Director Provincial da Ciência e Tecnologia, Ensino Superior e Técnico-profissional do Niassa, disse que a união das instituições, surge pelo facto de ser necessario juntar as sinergia e apresentar no mesmo espaço os resultados das pesquisas que tem vindo a desenvolver, julgando que aquela simbiose na pesquisa, ajuda a perceber aquilo que é feito em cada uma das instituições do Ensino Superior.

Na intervenção de sua Excelência, Governadora da Província do Niassa, saudou a iniciativa das Instituições e agradeceu pelo convite, nas suas palavras disse: “as jornadas científicas Provinciais organizadas constituem para o Governo um marco importante, na medida em que congregam pesquisadores e pensadores oriundos de diversas Instituições académicas e de investigação, não só da Província do Niassa, como também de outros pontos do país”. Tendo desafiado aos académicos em poder capitalizar a paz para desenvolver acções que visem desenvolver o país. Por terem participado 22 mulheres em diversas áreas de pesquisas naquelas jornadas, a Governadora agradeceu o engajamento delas, tendo ainda dito que o evento criou espaço aos pesquisadores juniores a procurarem dar respostas aos demais problemas enfrentados pelas comunidades, criando base para o desenvolvimento sustentável.

As Jornadas foram organizadas por cinco (5) Instituições, sendo a FAGREFF-UCM (Instituição acolhedora das mesmas), Direcção Provincial da Ciência e Tecnologia, Ensino Superior e Técnico Profissional de Niassa, Centro de Pesquisa Norte e Universidades Uni-Rovuma – Extensão de Niassa e Faculdade de Ciências Agrárias da Uni-Lúrio – Delegações de Niassa. A iniciativa surge numa visão de que as Universidades têm obrigação de assumir um papel preponderante no desenvolvimento de investigação. O Evento foi denominado por “Jornadas Cientificas Provinciais e 2ª Edição do Festival de Pesquisa”, com Objectivo de valorizar a investigação científica dos Discentes, Docentes, Pesquisadores e Investigadores.

As apresentações dos trabalhos ocorreram em simultâneo em salas paralelas e o festival do segundo dia, ocorreu no Distrito de Chimbunila, que se caracterizou como uma actividade concreta de extensão comunitária uma vez que promoveu a disseminação da produção Técnico-científico de conhecimentos e experiências orientando as comunidades rurais na melhoria do seu nível de produção. Para valorizar o esforço e vontade dos organizadores, oradores e pesquisadores, houve momento de entrega de certificados.

 

Texto e Imagens: Rui Kenneth - Relações Publicas